BOLSONARO ADMITE QUE PP RECEBEU PROPINA: ‘QUAL PARTIDO NÃO RECEBE?’

Padrão

Questionado se o partido cometeu uma ilegalidade ao repassar dinheiro da JBS para sua campanha, Jair Bolsonaro, hoje no PSC, concordou e perguntou: “você queria que fizesse o quê naquela época?”; ele admitiu ainda que o PP recebeu propina da JBS, mas tentou ponderar: “partido recebeu propina sim, mas qual partido não recebe propina?”; a empresa delatou pela Lava Jato ter financiado a campanha ou pagou propina para 1829 parlamentares de 28 partidos diferentes

De acordo com o site do TSE, na seção “Consulta aos Doadores e Fornecedores de Campanha de Candidatos”, há o registro de uma doação de R$ 200 mil para o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) na campanha de 2014. Então no PP, o deputado encaminhou a doação ao partido. Em entrevista ao programa Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan, ele relata o episódio.

“Começou a campanha de 2014. Me liga o presidente do meu partido [Ciro Nogueira, na época] e diz que vai botar R$ 300 mil na minha conta. Disse que tudo bem, mas que colocasse R$ 200 mil na minha conta e R$ 100 mil na do meu filho. Quando vi o nome da Friboi, perguntei se queriam estornar. Falei que ia para a Câmara dos Deputados, ia jogar R$ 200 mil e dizer que é dinheiro do povo, porque foi dinheiro que pegaram do PT para se coligar com o meu partido”, disse.

Segundo Bolsonaro, o dinheiro que entrou em sua conta foi do fundo partidário e que devolveu o dinheiro da Friboi. “A Friboi não colocou nada na minha conta, foi o partido”, explicou. Pivô da atual crise política do governo Temer, a JBS delatou que financiou a campanha ou pagou propina para 1829 parlamentares de 28 partidos diferentes.

Questionado se o partido cometeu uma ilegalidade ao repassar dinheiro da JBS para sua campanha, Jair Bolsonaro concordou e perguntou: “você queria que fizesse o quê naquela época?”. Ele admitiu ainda que o PP recebeu propina da JBS, mas tentou ponderar: “partido recebeu propina sim, mas qual partido não recebe propina?”.

“Eu sabia que era dinheiro da Friboi. Disse que não queria o dinheiro (…) Meu partido tem R$ 5 milhões por mês de fundo partidário e me passam R$ 200 mil. Acha que estou na pedalada? Por que você não me responde o que Alberto Youssef falou na delação? Que dois deputados do PP não pegaram dinheiro da Petrobras. Um fui eu. Queria que eu fizesse o que? Teve mais também, na ação do Mensalão, teve o caso de Joaquim Barbosa. Ele leu seu voto e leu meu nome, disse que fui único da base aliada que não fui comprado pelo PT. Isso não conta?”, justificou-se.

Apesar de consentir com a ilegalidade cometida pelo partido a qual era filiado, Bolsonaro pediu, em tom forte, que não fosse “rotulado de corrupto”.

Anúncios

PRECONCEITO: Da Cidade de Farroupilha RS. O horror da fala da vereadora PMDB, Eleonora Broilo

Padrão

Preconceito ao nordestinos

Da Cidade Municipal de Farroupilha RS. O horror. A data da sessão está bem no início do vídeo: 22/05/2017. A nobre vereadora se chama Eleonora Broilo e é do PMDB. O e-mail dela é o ver.eleonorabroilo@camarafarroupilha.rs.gov.br
Seria interessante enchermos a caixa postal da distinta com recriminações ao seu pronunciamento. Poderíamos também pedir ao presidente da Câmara a abertura de processo por quebra do decoro parlamentar e a posterior cassação da fulana. O presidente se chama Fabiano Piccoli e é do PT. Seu email é o ver.fabianopiccoli@camarafarroupilha.rs.gov.br

TEMER PODE RENUNCIAR SE TIVER GARANTIA DE QUE NÃO SERÁ PRESO

Padrão

REUTERS/Ueslei Marcelino

Cada vez mais acuado diante do tsunami de evidências de corrupção e sem condições de governabilidade, Michel Temer já negocia com seus principais aliados uma solução que lhe permita renunciar à Presidência, mas com garantias de que não irá para a prisão; sem condições de governar, Temer só não renunciou até agora porque precisa do foro privilegiado para não ir parar no xilindró; o peemedebista já teria concordado com a ideia, e opções como indulto ou pedido de asilo foram discutidas nas últimas horas; entre os articuladores estão José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Romero Jucá e Renan Calheiros.

Michel Temer e o núcleo de seus aliados buscam,  desde o fim de semana, uma solução para a crise que permita a renúncia e dê a ele garantias de que não irá para a prisão.

As informações são da coluna Poder em Jogo de O Globo.

Temer já teria concordado com a ideia, e opções como indulto ou pedido de asilo foram discutidas nas últimas horas. Entre os articuladores estão José Sarney, Fernando Henrique Cardoso, Romero Jucá e Renan Calheiros.

“O primeiro obstáculo é a escolha de um nome de consenso para substituir Temer, em eleição indireta. A ele caberia acertar uma agenda mínima para a transição até 2018 e convocar uma Constituinte. Gilmar Mendes e Nelson Jobim teriam a preferência do PMDB. Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem conversado com senadores, e o presidente do PSDB, Tasso Jereissati, apresentou-se ontem como o garantidor das reformas no Congresso. Há uma corrida contra o tempo: há pedidos de impeachment, as condições de governabilidade perdem força a cada minuto. E as ruas podem melar o jogo.
Roteiro na rede

O caminho negociado por PMDB e PSDB foi exposto por Renan Calheiros no Facebook: ‘Precisamos construir uma saída na Constituição que garanta eleições gerais em 2018 e Assembleia Nacional Constituinte. Fora disso é o imponderável. Tenho convicção que o presidente compreenderá seu papel e ajudará na construção de uma saída.'”

DILMA SOBRE OS GOLPISTAS: OLHA O QUE ELES FIZERAM COM O BRASIL

Padrão

Apesar de ter sido derrubada por um golpe tramado por Michel Temer e Aécio Neves, a presidente legitimamente eleita Dilma Rousseff não demonstrou revanchismo ou deleite ao assistir à deterioração moral e política da dupla; com quem conversou, Dilma, em tom grave, manifestou preocupação com a escalada da crise política no país; “Tudo isso é muito ruim”, disse a um interlocutor; “Olha o que eles fizeram com o Brasil”, disse a presidente; com o agravamento da crise política, Dilma decidiu suspender viagem que faria esta semana para a Inglaterra; a petista defende a convocação de eleições diretas.

Dilma Rousseff, apesar de ter sido derrubada por um golpe tramado por Michel Temer e Aécio Neves, não demonstrou revanchismo ou deleite ao assistir à deterioração moral e política da dupla.

Com quem conversou, Dilma, em tom grave, manifestou preocupação com a escalada da crise política no país. “Tudo isso é muito ruim”, disse a um interlocutor. “Olha o que eles fizeram com o Brasil”, disse a presidente; com o agravamento da crise política, Dilma decidiu suspender viagem que faria esta semana para a Inglaterra; a petista defende a convocação de eleições diretas.

Dilma ficou especialmente assustada com os termos da conversa entre Temer e Joesley Batista, da JBS. Aliados contam que a petista se espantou com a tranquilidade com que o empresário narrou crimes diante do presidente.

Com o agravamento da crise política, Dilma decidiu suspender viagem que faria esta semana para a Inglaterra. Ela prega a convocação de eleições diretas.

As informações são da coluna Painel da Folha de S.Paulo.

A inimaginável mulher das neves – III

Padrão

Certa vez, na campanha pela reeleição de Marcio Lacerda uma redatora passou a assessorar Andrea Neves com muita frequência. Competente, dedicada, solícita, a redatora ganhou a simpatia da chefe. Mas esta não é dada a emoções efusivas. Prefere a discrição.

Numa das conversas, a redatora contou que tinha recebido um livro autografado de Ziraldo mas que, talvez na pressa da fila de autógrafos, o escritor tinha trocado o seu nome. Andrea fingiu não ter notado.

Passados alguns dias, Andrea encontra Ziraldo e traz um outro exemplar do livro, dessa vez corrigido e com o nome certo. A redatora provavelmente terá um lugar de carinho em seu coração permanentemente reservado para Andrea Neves.

Apesar da fama de trator impiedoso, portanto, Andrea Neves era dada a afagos, demonstrações de carinho e, em conversa com interlocutores, costumava frequentemente tocá-los no braço, nos ombros e tratá-los por nomes carinhosos.

Na maior parte das vezes, era afável, educada, um amor de pessoa. Mas sabia exercer o poder como ninguém.

Certa vez, na campanha pela eleição de Márcio Lacerda, no segundo turno, deu pela falta do seu celular. Mobilizou toda a equipe para procurar, reza a lenda que até mesmo a P-2, a divisão secreta da Polícia Militar, foi convocada a participar. Até que alguém resolveu colocar o guizo no pescoço do gato: ‘Andrea, você já olhou na sua bolsa?’. Sim, o celular nunca tinha saído de onde sua dona o havia colocado.

A mulher mais poderosa de Minas era assim: dura, impiedosa, cruel quando julgava necessário. Mas também sabia ser doce, educada, sedutora, como manda o manual da boa política. Por isso, ela era incomum.

PSDB ,SE ESCONDEU DAS REFORMAS DE SEU PROGRAMA POLÍTICO!

Padrão

MICHEL TEMER ERÁ BONECO NAS MÃOS PSDB !

Partido quer se reciclar usando um discurso de renovação. Chega a ser ridículo
 
Uma roda de conversa com pessoas indignadas com a corrupção.

  • Políticos jovens que reconhecem que as práticas devem mudar.
  • Uma mulher negra que fala do preconceito que já sofreu na vida.
  • E o Aécio Neves. Aécio Neves? Pois é. Esse foi o programa do PSDB exibido no último dia 11.
  • O ministério da Justiça proposto por Aecio Neves não foi de consenso de todos os peemedebistas. Um líder chegou a afirmar que se a indicação fosse confirmada, seria uma “tragédia”, já que o deputado mineiro “não tem nenhuma tradição na área, nem experiência para comandar as Forças Armadas”.
Nem parecia que era o programa do principal partido de sustentação ao governo de Michel Temer. O presidente, aliás, sequer foi citado. 
  • O PSDB tem vários cargos na atual administração, como o ministro das relações exteriores, Aloyzio Nunes. 
  • Este partido está na linha de frente dos ataques contra os trabalhadores no Congresso Nacional.
Seus deputados e senadores votaram a favor : –

  • da PEC do teto de gastos, 
  • da reforma do ensino médio 
  • vão votar a favor da reforma trabalhista, 
  • reforma da previdência.
Em momento algum as propostas de Temer que retiram direitos dos trabalhadores foram tratadas no programa. Isto mostra o medo da rejeição popular que isso iria trazer. 

  • Eles preferiram tratar de coisas como o combate à corrupção.
Justo o partido que, quando estava no governo, entre 1994 e 2002, 

  • foi suspeito de desvio de bilhões durante as vendas de empresas públicas para o capital privado. 
  • A privataria tucana faz os políticos investigados pela Lava-Jato parecer meros batedores de carteira. 
  • Os políticos desse partido também têm envolvimento com BANESTADO.
  • Aliás, políticos desse partido também têm envolvimento com a Lava-Jato.
O PSDB não é alternativa para nada. 

  • É o partido do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, envolvido em negócios suspeitos no metrô de São Paulo. 
  • É o partido do deputado estadual paulista Coronel Telhada, que já defendeu abertamente a separação do Nordeste do resto do país.
  • É o partido do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que entre outras maldades, chamou aposentados de vagabundos 
  • É o partido que favoreceu os banqueiros com dinheiro público. 
  • Em seus governo, o povo vivia no arrocho.